Sim, essa é a história de um homem livre, e é ao mesmo tempo a história de todos nós, descendentes de tantos outros escravizados. Essa história, no entanto, não fala apenas da escravidão. Steve Mcqueen é um diretor interessado em desvendar os indivíduos, quer entender como funcionam, que força os impulsiona, que grilhões os aprisionam.