a 1ª palavra preta – mostra nacional de negras autoras confluiu em salvador o sonho de muitas que trouxeram, de longe e de antes, nossos passos até aqui: sendo donas da nossa voz, da nossa palavra, do nosso canto e de nossa poesia, alimentamos a nós mesmas, e nutrimos também umas às outras em dois dias de música, poesia, artes visuais, e gastronomia feita por, com, para mulheres negras!

a mostra, que vai para sua segunda edição no Latinidades – Festival da Mulher Afro Latina Americana e Caribenha em julho de 2017, Brasília, avança na caminhada que reúne a força de nossa herança à criatividade inovadora da arte negra contemporânea que cada uma de nós atualiza na própria obra. é um espaço fértil e receptivo pro compartilhamento de nossa arte negra afrodiaspórica, vibrante, diversa.

somos muitas, nos expressamos de diversas maneiras! reinventamos as fontes ancestrais, e renovamos os rumos da produção estética, poética, musical, performática desde a intimidade de nosso cotidiano até a expressão pública de nossa arte-existência-resistência. partimos da crítica contundente ao cultivo da semente maravilhosa, construindo as pontes simbólicas que pavimentam nossa vida na trilha do amanhã.

recusamos os lugares típicos em que o racismo, o cissexismo, a lesbofobia, o classismo tentam nos fixar, recusamos a invisibilização e o silenciamento, recusamos que nossas vidas sejam contadas por sinhozinho branco patrono literário e que as mortes dxs nossxs sejam narradas como sangue de plástico na mídia:

nós escrevemos nossas palavras!

nós cantamos nossas canções!

nós falamos nossos poemas!

nós somos donas da nossa voz!

vem com a gente! juntas somos mais fortes, mais lindas, mais plenas ♥

release-divulgação

Salvador recebeu, em 21 e 22 de janeiro, a 1ª Palavra Preta – Mostra Nacional de Negras Autoras. A mostra, com produção da cantora e compositora soteropolitana Luedji Luna e da poeta/cantautora brasiliense Tatiana Nascimento, reunindo mais de 20 nomes de autoras negras entre compositoras, poetas, e artistas visuais. Na segunda edição, que acontecerá de 28 à 30 de julho de 2017 em Brasília como parte da programação do Latinidades – Festival da Mulher Afro Latina Americana e Caribenha, participarão 30 autoras, e haverá lançamento de livros, exposições visuais, exibições audiovisuais, poesia falada, e também música, tudo autoral.

A Mostra Palavra Preta se consolida como mais um espaço negro de confluência, compartilhamento e visibilização do protagonismo de artistas afrobrasileiras com ênfase na produção cultural poética, musical, performática, plástica nas diversas expressões com que cada uma tem alimentado o cenário artístico contemporâneo.

Lançando uma mirada crítica ao silenciamento e invisibilização coloniais históricos que tentam confinar mulheres negras a papeis subalternos, exotizados, e/ou estereotipados, com Palavra Preta materializamos uma recusa frutífera e criativa aos lugares rasos que o racismo, o cissexismo, a lesbofobia, o classismo nos destinam: ao mercado artístico que nos carnavaliza, à na mídia corporativa que exibe nosso sangue como troféu, respondemos com nossa própria voz, nossa própria canção, nossa própria poesia.