Após lançamento em São Paulo em 2016, a Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) lançará sua sede baiana no dia 02 de junho, durante a realização do NordesteLab. O evento acontecerá no Teatro do Goethe-Institut de Salvador, às 15h30, com entrada gratuita.

Com sede em São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro, além de afiliados em 10 estados brasileiros, a associação, segundo Viviane, tem como principal objetivo a reivindicação de reparação à população negra, através da construção de caminhos e estratégias para garantia, inserção e fortalecimento dos profissionais negros no audiovisual, em diálogo com agentes e parceiros indispensáveis ao setor. “É necessário que, no momento em que o setor audiovisual no mundo se dispõe a crescer o bolo econômico sobre histórias e subjetividades negras, os profissionais negros façam parte desse processo de forma autônoma e participativa”, diz.

Para a presidente, garantir a presença da APAN nessas cidades se fez necessário para contribuir com a dissolução da hegemonia do eixo Rio-São Paulo na utilização da maior parte dos recursos destinados ao setor audiovisual. “O NordesteLab é uma das ações que admiramos e visamos formular e construir em conjunto estratégias que fortaleçam o cinema negro nordestino. Portanto, realizar o lançamento da APAN-Nordeste durante o NordestLab é um presente”, comemora Viviane.

O QUE: Lançamento da APAN

QUANDO: 2 de junho de 2017

ONDE: Teatro Goethe-Institut – Av Sete de Setembro, 1809 – Salvador/Bahia