O Espaço Cia do Pássaro (SP) apresenta entre 2 e 30 de setembro, a peça “Baquaqua – Documento Dramático Extraordinário”. A montagem narra a história de Mahommah Gardo Baquaqua, um africano que foi escravizado em terras brasileiras. 162 anos após a publicação da única autobiografia de Baquaqua, o diretor Dawton Abranches em parceria com a dramaturga Dione Carlos, transporta a vida do africano no palco e faz um paralelo com a sociedade de hoje. Passagens de Baquaqua pelos países em que esteve, suas dificuldades, ideais e discussões. Em cena, os atores Alessandro Marba e Breno da Matta.

Mahommah Gardo Baquaqua nasceu livre e como muitos africanos nas Américas sofreu com a violência da guerra. Foi escravizado, exportado, enviado para o Brasil em um navio negreiro e descarregado em uma praia no norte de Pernambuco em 1845. Naquela época, o comércio transatlântico de escravos já era proibido no nosso país. Sendo assim, a condição de escravo, era ilegal.

Serviço – “Baquaqua – Documento Dramático Extraordinário
De 02 a 30 de setembro no Espaço Cia do Pássaro – Voo e Teatro
Sextas, 14:00
Sábados, 21:00
Domingos, 19:00
Rua Álvaro de Carvalho, 177. Bela Vista (SP)
Ingressos: 10 reais (inteira) e 5 reais (meia)
***Entrada gratuita para moradores de fora do centro expandido de SP, e também alunos e professores da rede pública de ensino, mediante comprovação.

Circuito
Terças, quintas e sábados, 12:00 e 22:00, na RCB
Produção e apresentação: Alexandre Ingrevallo
Apoio de produção: Wesley Barbarino
Trabalhos técnicos: Luiz Carlos Moraes

Fonte: Cultura Mais, Imagem de destaque – Geledés