Casos de fraudes nas cotas raciais foram identificadas no curso de Cinema e Audiovisual da UFPE. Ao todo, cinco estudantes das entradas de 2016.2 e 2017.2 foram identificados ocupando ilegalmente as vagas destinadas a estudantes negros e/ou indígenas. Denúncias foram realizadas na Reitoria da UFPE e no Ministério Público Federal. O colegiado do curso, através do coordenador, irá acompanhar as denúncias junto a universidade.

As cotas raciais foram um direito conquistado pelo movimento negro e é dever da universidade garantir esse direito. Autodeclaração falsa é crime e é preciso que as denúncias sejam investigadas e as medidas cabíveis sejam tomadas, a começar pela suspensão dos estudantes fraudadores e a viabilizar a matrícula para os estudantes negros e/ou indígenas que foram prejudicados com a ocupação ilegal das vagas, para que de fato a lei das cotas seja cumprida. 

 

O QUE: Cine-debate “Cotas Sim! Fraudes Nçao Passarão!”

ONDE: CAC UFPE

QUANDO: 1 de março de 2018 às 16h

Evento no FB: https://www.facebook.com/events/164125324381559/