Amordaçada pela sociedade conservadora brasileira, a cantora, compositora, pedagoga e artesã (de patchwork), Jandira Célia solta sua potente voz, que ficou enjaulada por décadas, para que possa reverberar nos 4 cantos do mundos. Hoje com 78 anos, e apenas doze anos de carreira profissional, a artista tem um CD (2008) e um DVD (2011) que levam o seu nome.

A grande força e vitalidade de Dona Jandira vem da sua crença de que sua missão na vida é cantar para o mundo inteiro ouvir, e se espelha nas divas negras da worldmusic, como: Cesária Évora, Omara Portuondo, Sarah Vaughan e Elza Soares.

No repertório atual Jandira interpreta músicas do DVD, como: “Nada Além”  (Mário Lago e Custódio Mesquita), “Feitiço da Vila” (Noel Rosa),  “Leva Meu Samba”  e “Mulata Assanhada” (Ataulfo Alves) e ainda canta os clássicos: ” É Doce Morrer no Mar” de Dorival Caymmi, e “Sodade” conhecida mundialmente na voz da caboverdiana Cesária Évora.

Mais sobre Dona Jandira>>> https://www.facebook.com/donajandiraoficial