Apresentar e visibilizar como sonhos tornaram-se oportunidades para mudar a realidade de mulheres negras no mercado de trabalho. Este é o objetivo do próximo Encontraços “Mulheres e seus Traços”, dia 17, às 19h, no Território Criativo. O evento, realizado por estudantes do curso Técnico em Eventos do Instituto Federal de Brasília em parceria com a Revista Traços, trará uma roda de conversa com mulheres negras que compartilharão as histórias de  como enfrentaram os desafios e obstáculos que o racismo impõe. Segundo Dalva Regina, gestora do Espaço Território Criativo, é fundamental “dar visibilidade aos modelos de empreendedorismo de base comunitária e territorializados”.

A porta-voz da Cultura, Priscila Limoeiro, abre o bate-papo contando sobre o desejo de se tornar  advogada para mudar a realidade de outras mulheres. Esse será o mote para acolher outros sonhos que se tornaram realidade, como o da chef de cozinha, Gil Tobias; da produtora e gestora do Espaço Território Criativo Dalva Regina; e de Tatiana Nascimento que, além de poeta e cantora, é uma das idealizadoras da Padê Editorial, editora que publica livros artesanais de  escritoras/es LGBT´s e mulheres negras; Yalê Garcia,  afrodesigner, tem uma marca há 11 anos, Yalodê, moda étnica. A conversa será mediada pela estudante de Eventos Ana Luiza Rodrigues.

A roda de conversa dividirá espaço com a abertura da Feira de Produção Independente – Motim que trará ilustrações sob o tema “Pela Moral e Bons Costumes”. O evento termina com um sarau  da Padê Editorial, com recitais de poemas e apresentação musical com as cantoras Béa e Tatiana Nascimento. “Queremos provocar o diálogo entre mulheres negras para denunciar o racismo e mostrar os espaços de atuação dessas mulheres  hoje.”, resume Karen Lima, uma das organizadoras do evento e estudante do IFB.

Realização:

Revista Traços

Projeto de reinserção de pessoas em situação de rua na sociedade, por meio de uma publicação de alta qualidade que gera renda aos beneficiários. Dos R$ 5 pagos pela revista, R$ 4 ficam para o vendedor, chamados de Porta-Voz da Cultura, e R$ 1 é usado por ele para comprar outra revista e ampliar ainda mais sua renda.

O QUE: EnconTraços – Mulheres e seus Traços

QUANDO: 17 de novembro às 18h30

ONDE: Território Criativo (Anexo Biblioteca Nacional)