Depois de cinco anos fora dos palcos, o espetáculo Siré Obá – A Festa do Rei, do Núcleo Afro-Brasileiro de Teatro de Alagoinhas (NATA), com direção de Fernanda Júlia Onisajé, fará curta temporada de 22 a 25 de março, às 20h, na Casa Preta, localizada na Rua do Areal de Cima, no bairro Dois de Julho, em Salvador.

As apresentações fazem parte do projeto OROAFROBUMERANGUE, que conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura da Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, aprovado no Edital de Apoio a Grupos e Coletivos Culturais da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb).

O espetáculo inspira-se nos orikis (poesia em exaltação aos Orixás) para mostrar a beleza e a filosofia do culto às divindades africanas, tendo como objetivo desmitificar preconceitos e combater a intolerância religiosa. Unindo religião e arte, a peça é uma grande festa/Siré e segue a sequência das músicas cantadas e tocadas para os Orixás nos rituais do Candomblé, celebrando junto com o espectador os feitos dessas divindades.

No ano de sua estreia (2009), Siré Obá recebe três indicações ao Prêmio Braskem de Teatro: Melhor Espetáculo, Revelação (para a então estreante diretora Fernanda Júlia) e Especial (pela direção musical de Jarbas Biittencourt), categoria da qual saiu vencedor.

O QUE: Siré Obá

QUANDO: 22 a 25 de março de 2018às 20h

ONDE: Casa Preta – Rua Areal de Cima, bairro Dois de Julho – Salvador/BAHIA