LUGAR DE FALA

Sim, eu vou falar.

Dessa pauta indecente,

Imoral mas persistente.

Que há séculos nos acompanha.

Racismo.

Nem “mi mi mi”, nem brincadeira.

É uma pancada forte e traiçoeira,

que erroneamente tenta nos diminuir.

Muitas histórias,

Contadas pela metade.

Ferem e violam a nossa dignidade.

Desvalorizando a ancestralidade e a cultura.

Uma estrutura,

que a sociedade nega até hoje.

Não muda as posturas, mas mantém a pose.

Invisibilizando  a questão.

Chega de correntes e mordaças.

Já é hora de compreender,

Que é preciso falar e debater,

Romper os silêncios  que aprisionam.

Essa luta, é sim de todos.

Um clamor que denuncia e ecoa,

como ainda morrem pessoas,

por causa do tom da pele.

É um tiro certeiro,

que tem endereço certo e paradeiro.

Tristes rastros  deixados

pelo  temível  Navio Negreiro.

Sonho e exijo!

Mais oportunidades e respeito.

Basta de “balas” atravessando nosso peito.

“ PAREM DE NOS MATAR!”


Imagem destaacada – Sputnik News

You May Also Like

As feministas negras e as de cor diferente

Nossa negritude não pode ser escondida, e as feministas pretas não podem ser apenas feministas, um movimento só de mulheres brancas não representa toda a nossa necessidade, ao decorrer dessa nossa luta contra o poder que vem do pênis temos que parar e discutir o que é ou não racismo com feministas de outra cor ,e isso é retrocesso, enquanto fazemos isso os caras ensinam as meninas que umas são pra casar e outras para foder , e lá estamos nós no meio do caminho explicando as nossa parceira de luta que “ TUAS NEGA” é machismo e racismo junto.
Leia mais

Outubro Rosa – Falar de câncer de mama também é falar de racismo

No exato momento em que escrevo, incontáveis mulheres negras estão em tratamento de um câncer de mama. Talvez você ou alguém próxima também esteja passando por uma situação parecida. Então, antes de mais nada, deixo aqui meus sinceros votos de sucesso. Que todas as mulheres, em especial as negras, que passam ou passarão pela doença sobrevivam. Sem racismo, com cuidado e acolhimento que todas precisamos nesse momento.
Leia mais

Carta aos amigos do planeta internet

O racismo é uma forma de exploração aviltante do ser humano, porque alguém está ficando mais pobre e alguém mais rico. Aqui entra desde a formação do nosso capitalismo, com o trabalhador escravo, que produziu riqueza, até o apresentador de TV que anda vendendo umas camisetas nonsense às custas do sofrimento alheio. Então, vejam, é muita gente mesmo.