Minoria

nos chamam de minoria só porque não nos vê

mas onde somos minoria?

se todos os dias somos baleados no peito, queimados em praça pública e abusados por ter

uma buceta, seja ela de homem ou mulher.

é até engraçado nos chamar de minoria se os nossos ancestrais foram maioria nesse país

chega ser trágico nos chamar de minoria, sendo que nossas mães pretas e indígenas

carregaram todos nós em seus seios, segurando outra criança em sua mão.

agora me responde, onde somos minoria? na sua riqueza? no seu ouro?

devolva então a minoria e você verá a maioria que já fomos e que ainda somos.

carregamos o mundo em nossas costas, como Epimeteu carrega Pandora.

enfrentamos todos os dias a violência, discriminação e racismo e você tem coragem de nos

chamar de minoria?

quando você passar 1% do que passamos para ter algo que é direito nosso, aí

conversamos.

You May Also Like
Leia mais

Bem vindos ao Brasil colonial: a mula, a mulata e a Sheron Menezes

Sim, sabemos que 125 anos se passaram e a escravidão acabou, porém as suas práticas continuam bem vindas e são aplaudidas por muitos de nós na novela das nove e no programa do Faustão, “pouco original, mas comercial a cada ano”. No tempo da escravidão, as mulheres negras eram constantemente estupradas pelo senhor branco e carregavam o papel daquela que deveria servir sexualmente sem reclamar, nem pestanejar e ainda deveria fingir que gostava da situação, pois esse era o seu dever. Hoje nós, mulheres negras, continuamos atreladas àquela visão racista do passado que dizia que só servíamos para o sexo e nada mais.

No rastro da pantera: a democracia da abolição e o black feminism de Angela Davis

Não é esse o modelo de direitos sexuais e reprodutivos que queremos. Se no período colonial as mulheres negras raramente podiam criar suas/seus filhas(os) pelas circunstâncias da escravidão, na contemporaneidade ainda padecemos do racismo institucional que reduz e precariza o acesso aos serviços públicos de saúde, levando ao alto índice de violência obstétrica e mortalidade materna.