Coletiva Mamakilla realiza exposição Mulheres Negras do Graffiti

A Coletiva Mamakilla está realizando, até o dia 20 de novembro, a exposição fotográfica Mulheres Negras no Graffiti. A proposta da projeta Inki DùDù: graffiti, gênero e etnicidades é contribuir com um resgate histórico da contribuição das mulheres negras no graffiti da cidade de São Paulo. Para tanto, realizaram uma ação pioneira de mapeamento das grafiteiras negras atuantes na América do Sul, que vem inspirando outros coletivos e artistas a desenvolver pesquisas cartográficas com este recorte étnico. Trabalhando questões pertencentes à vivência de mulheres negras no graffiti, a coletiva mapeou, entrevistou e registrou em foto e vídeo cerca de 30 grafiteiras negras atuantes em São Paulo. Parte do resultado estará nessa mostra, que trará também fotografias impressas em lambe lambe e com intervenções de spray e outros materiais característicos do graffiti, além de dois videoarte que partilham o processo de produção da coletiva de 2018 a 2021, numa partilha das buscas por autoconhecimento e visibilidade, resgate da história, demandas políticas e lutas das entrevistadas. A exposição está no Centro Cultural Tendal da Lapa (Rua Guaicurus, 1100, Água Branca, São Paulo – SP), até o dia 320 de novembro, das 10h às 22h. Mais informações no @mamakillaproducoes