Lançamento do projeto cultural “Afro Paladar – nutrindo a cultura”

O projeto cultural “Afro Paladar – Nutrindo a Cultura” apresenta a culinária mato-grossense em sua raiz, oriunda das cozinhas das Comunidades Remanescentes de Quilombo do estado, que deram origem aos pratos típicos da gastronomia local.

A relação do povo cuiabano com a comida, especialmente nas Festas de Santo, foi o que chamou a atenção de Jackeline Silva, cuiabana, produtora cultural, formada em ciências sociais pela UFMT.

Pensando nisso e sabendo que o estado de Mato Grosso possui 77 comunidades quilombolas identificadas, conforme dados da Fundação Cultural Palmares, é que a iniciativa passou a ganhar a forma de projeto. Em 2016, o “Afro Paladar – Nutrindo a Cultura” foi aprovado no Edital Tradições da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, com objetivo de visitar sete comunidades para observar e registrar os saberes dos povos quilombolas sobre o fazer culinário.

O intuito do projeto é reconhecer e valorizar os povos quilombolas de Mato Grosso e também divulgar os saberes, o modo de vida, a cultura dos afrodescendentes. Infelizmente os quilombolas ainda são marginalizados e invisibilizados. Nós precisamos mostrar o protagonismo, a resistência dessas pessoas que até hoje lutam contra ameaças e diversas opressões, afirma Jackeline.

Durante o projeto, o que mais chamou a atenção foi a elaboração culinária, a preparação coletiva que envolve a família, vizinhos e pessoas agregadas.  Além disso, a oferta do alimento ao visitante como forma de comunhão, estabelecendo vínculos de amizade e de reciprocidade. O Afro Paladar, segundo Jackeline, não é um livro de receitas, mas sim uma amostra do modo de vida quilombola.

Participam do projeto: o baiano, Chef e Consultor em Gastronomia Alicio Charoth, como curador; o fotógrafo Luzo Reis; a cinegrafista Juliana Segóvia; o fotógrafo convidado Mario Friedlander e os professores da UFMT, Dr.ª Candida Soares (NEPRE) e Dr. Aloir Pacini (PPGAS). Conta com apoio do IMUNE MT e do NUMDI / IFMT– Núcleo de Estudos Afro-brasileiros, Indígenas e de Fronteira do Instituto Federal de Mato Grosso. O Sesc MT é parceiro do projeto, que será lançado dia 10 de agosto na Casa do Artesão.

A expectativa é atrair parceiros para dar continuidade ao projeto, produção de pesquisa e visita a novas comunidades, no centro-oeste e pelo Brasil, para documentação e divulgação.

Jackeline Silva é integrante de diversos grupos do movimento negro, como o Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (IMUNE MT) do qual participa desde a fundação em 2002; do Coletivo de Audiovisual Negro Quariterê; Escola de Benzedeiras de Brasília; Coletiva Pretinhas (DF); Articulação de Negras Jovens Feministas do Centro-Oeste (ANJF).

SERVIÇO

Lançamento do projeto cultural “Afro Paladar: nutrindo a cultura”

Catálogo sobre a culinária dos povos quilombolas de Mato Grosso.

Dia 10 de agosto de 2018.

Local: Sesc Casa do Artesão

16h – Palestra com Alicio Charoth (Chef e consultor em gastronomia)

Jackeline Silva (Iaiá Produções e Projetos)

19h – Lançamento do catálogo “Afro Paladar: nutrindo a cultura”

Apresentações: Herminio Nhantumbo (Moçambique), PachaAna, Grupo Aguerê

Realização: Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, Iaiá Produções e Projetos.

Parceria: Sesc Casa do Artesão

Apoio: Estúdio Cajuína, Moiré Filmes, IFMT / NUMDI, Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso, Mario Friedlander Imagens.