NOTA DE REPÚDIO – CASO KAUANA VASCONCELOS

 

A mandata coletiva Pretas Por Salvador (PSOL/BA) vem a público salientar total repúdio ao caso de transfobia realizada na cidade baiana Ibicaraí. O crime ceifou a vida da jovem Kauana Vasconcelos, de apenas 16 anos, que foi mais uma vítima da crueldade contra os corpos/ corpas Trans.

 

Esse não é um caso isolado, mesmo a transfobia sendo crime no Brasil desde o ano de 2019, o país é ainda o que mais mata pessoas trans e travestis em todo o mundo pelo 13° ano consecutivo. Os dados reafirmam a ausência de amor e empatia para com as pessoas trans, parte da população que diariamente perde sua vida, tem direitos negados e desconhecem o acesso à dignidade humana.

 

O crime cruel teve estupro, facadas, afogamento por três conhecidos da vítima que atendem pelos nomes de Tin, Wesley e Jamanta, e provocou em todas as pessoas indignação, também traz um sentimento de impunidade, é desesperador e angustiante ver que nossos jovens são violentados, injustiçados e mortos nesse país. Toda nossa solidariedade para a família de Kauana Vasconcelos e para toda população Trans da Bahia e do Brasil. Queremos justiça e estaremos juntes atuando para que esse não seja mais um caso onde os criminosos saem ilesos e impunes.