Novo episódio do IC para Crianças e última chance para conferir a 21ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis na Itaú Cultural Play

Aline Chermoula, chefe de cozinha, escritora, professora e pesquisadora, dessa vez ajuda as crianças a prepararem requeijão de inhame na quarta temporada de IC para Crianças, que tem como proposta levar a meninada para a cozinha para apresentar um universo que une os sabores a cultura por meio de receitas fáceis e gostosas de origem afro-indígena. A atividade acompanha uma recheada programação para as crianças em outubro

A nova temporada do projeto IC para Crianças tem como tema a culinária afro-indígena. O objetivo das aulas é incentivar que as famílias levem as crianças mais vezes para a cozinha. E que, com elas, pratiquem receitas que exaltem a herança africana e a presença indígena no Brasil. Os pratos e ingredientes, além de nutritivos e de fácil execução, carregam um legado cultural que vale a pena ser conhecido desde cedo. Os 10 novos episódios entram no ar sempre aos sábados, às 11h, no Youtube e site do IC, com acessibilidade em Libras.

Quem comanda estes vídeos semanais é Aline Chermoula, chefe de cozinha, escritora, professora e pesquisadora da cozinha ancestral afro diaspórica, proprietária da Chermoula Cultura Culinária e colunista na Vogue Brasil. Há mais de 20 anos, ela trabalha com alimentação e há 13 pesquisa sobre cultura afro-americana.

Até o fim do mês, Aline ensina, no dia 22, a fazer requeijão de inhame, um alimento nutritivo, saboroso e ancestral. Na semana seguinte, a omelete de couve entra em cena, servindo de acompanhamento para o arroz e feijão do dia a dia.

O projeto IC para Crianças é desenvolvido pelo Núcleo de Educação e Relacionamento da organização. Criado no início da pandemia para atender a demanda dos pequenos em casa, ele é uma ferramenta acessível e democrática, que pode ser acessada por crianças de todo o Brasil.

Não para por ai
A programação para crianças do mês de outubro segue recheada. Presencialmente, aos sábados 22 e 29, das 15h às 17h, tem a Expedição Brasiliana. Os educadores da organização propõem uma aventura pela criação de vestimentas, inspiradas nas obras da Coleção Brasiliana, investigando os códigos sociais das diferentes fases da história do Brasil. O público é convidado a olhar para as obras presentes na coleção para, depois, criar roupas e personagens de papel feitos em oficinas conduzidas pelos educadores.

Também no formato presencial, segue em cartaz a peça Jogo de Imaginar, do Barracão Cultural, com realização do Núcleo de Artes Cênicas, Literatura e Música. Ela está em cartaz todos os finais de semana até 11 de dezembro, sempre às 16h. O espetáculo é dirigido por Thaís Medeiros, com dramaturgia de Lucas Moura e atuação de Caio Teixeira e Guilherme Wander. Jogo de Imaginar leva o público para esta brincadeira de imaginação, com a história de Eulindo, um menino negro que não conhece a sua origem e tem, como referência, apenas uma máscara que herdou de seu avô.

No Palco Virtual, segue disponível a websérie Parafusos, em quatro episódios. Nela, três narrativas se encontram: a menina Abeni que, curiosa e criativa, busca entender o que está acontecendo com o planeta. Nia, dona de sebo e ex-professora que deixou a escola tomada de um grande medo, e Jorge, o pai da menina, um contador de histórias que precisa aprender a cuidar da filha e do irmão.

Também em cartaz, Olha o olho dos meninos é um espetáculo de marionetes de técnicas sofisticadas e estética refinada na manipulação de bonecos. A sua narrativa promove, de forma bem-humorada, reflexões sobre convívio familiar.

A peça retrata a descoberta da mentira por duas crianças. São dois irmãos e eles fazem uma reviravolta na casa aprontando várias confusões, até serem flagrados pela mãe. Eles decidem mentir, como uma saída para se livrarem da repreensão materna. Mas se enrolam demais. Isso acaba lhes ensinando que mentir é muito ruim e traz consequências desagradáveis, principalmente um peso na consciência. Desta forma, todos da família aprendem uma forte lição de vida.

Até 22 de outubro, a plataforma de streaming Itaú Cultural Play exibe parte da programação da 21ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Destaque para Meu AmigãoZão – O filme (2022), do diretor Andrés Lieban; Poropopó (2021), de Luis Antônio Igreja, e O imaginário de Sofia e Pudim (2022), da diretora Rebeca Casagrande.

SERVIÇO:
IC para Crianças
Dia 22 de outubro, às 11h
Em www.youtube.com/itaucultural e https://www.itaucultural.org.br/
Classificação: livre

Expedição Brasiliana
Dias 22 e 29 (sábados), das 15h às 17h.
4º piso do Itaú Cultural.
Duração: 2 horas (aproximadamente)
Classificação Indicativa: livre.
Entrada por ordem de chegada até lotação da sala.

Jogo de Imaginar
Dias 22 e 23 (sábado e domingo), às 16h
Sala Vermelha (3º andar do Itaú Cultural)
Duração: 50 minutos
Capacidade: 70 pessoas
Classificação Indicativa: Livre
Reservas pela plataforma INTI (acesso pelo site www.itaucultural.org.br)

Palco Virtual para Crianças
Parafusos (websérie em 4 episódios)
De 2 a 30 de outubro (entra às 11h, fica disponível até o dia 30/10 às 23:59)
Em www.youtube.com/itaucultural
Duração total: 67 minutos
Classificação Indicativa: Livre

Palco Virtual Ancestralidades
Olha o olho dos meninos
De 2 a 30 de outubro (entra às 15h, fica disponível até o dia 30/10 às 23:59)
Em www.youtube.com/itaucultural
Duração: 26 minutos
Classificação Indicativa: Livre

Itaú Cultural Play
21ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis
Até 22 de outubro
Em www.itauculturalplay.com.br