Show Samba das Moças homenageia Alcione, Clara Nunes e Dona Ivone Lara e conta a história deste gênero musical pelas vozes femininas

 

As cantoras Bruna de Paula, Gabby Moura, Grazzi Brasil e Lilian Valesca se revezam

no palco interpretando canções como Não Deixe o Samba Morrer, Canto das Três Raças e Sorriso Negro, imortalizadas na voz das homenageadas. A apresentação

é costurada pela apresentação da atriz Adriana Lessa, que contextualiza

essa trajetória lendo poemas da escritora Conceição Evaristo.

 

 

 

 

O Itaú Cultural apresenta de 11 a 13 de novembro (sexta-feira a domingo) Samba das Moças. O show, conduzido pelas cantoras Bruna de Paula, Gabby Moura, Grazzi Brasil e que nestas apresentações recebe a participação especial de Lilian Valesca, tem uma linha narrativa que conta a história feminina do samba e homenageia três importantes nomes do estilo: Dona Ivone Lara, Clara Nunes e Alcione. Com direção geral e encenação de Iléa Ferraz e Jô Santana, soma-se à apresentação a atriz Adriana Lessa, que faz da poesia a costura entre um e outro dos quatro blocos do espetáculo.

 

A programação, como todas as atividades do Itaú Cultural, é gratuita. Os interessados devem reservar os ingressos pela plataforma INTI (acesso pelo site www.itaucultural.org.br), a partir do dia 2 de novembro (quarta-feira), às 12h.

 

A partir do olhar e de vozes femininas, Samba das Moças mergulha na história desse ritmo intrinsecamente brasileiro, tendo como ponto de partida as origens no continente africano, antes e durante o período da diáspora afro-brasileira. Para percorrer essa trajetória musical no palco, o show é dividido em quatro blocos – sempre com acompanhamento de Bruno Vieira no violão 7 cordas, Marcio Guimarães no cavaquinho, e as percussões de Jéssica Souza e Simone Gonçalves,

 

Começa com o bloco Samba Ancestral. Nele, as cantoras se revezam no palco para interpretar músicas como Samba, Minha Raiz, imortalizada por Dona Ivone Lara e composta por ela e Delcio de Carvalho. Em Samba Político, elas se intercalam na interpretação de canções como Não Deixe o Samba Morrer, de Edson Conceição e Aloísio Silva, um sucesso na voz de Alcione.

 

Na sequência, o setlist do bloco Samba Amoroso traz, entre outras, Canto das Três Raças, de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro, que se tornou clássico com Clara Nunes. Por fim, no bloco Samba é Sonho, Bruna, Gabby, Grazzi e Lilian se reúnem para cantar juntas sucessos, como Sonho Meu, de Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho, e O Mar Serenou, composição de Antônio Candeia Filho.

 

Das vozes às palavras também femininas, a costura feita pela atriz Adriana Lessa entre os blocos brinda o público com quatro poemas da escritora Conceição Evaristo: Vozes-Mulheres, Apesar das Acontecências do Banzo, A Noite Não Adormece nos Olhos das Mulheres, escrito em memória da ativista negra Beatriz Nascimento (1942-1995), assassinada ao orientar uma amiga a se separar do companheiro, e Tantas são as Estrelas, dedicado a Lia e Rosangela, respectivamente tia e amiga da escritora e que deixaram marcas em sua trajetória.

 

Sobre as artistas e os diretores

Adriana Lessa é atriz, com atuação em teatro, TV e cinema. Com mais de 35 anos de carreira, já apresentou programas na MTV, na Rede Bandeirantes e na Rede TV!

 

Bruna de Paula participou de alguns dos principais reality shows de música, chamando a atenção em 2019 por sua apresentação no The Voice Brasil, da Rede Gobo. Tem alguns singles lançados em plataformas de música, uma delas com mais de 1 milhão de plays no Spotify.

 

Grazzi Brasil é cantora profissional desde os 13 anos. Já foi intérprete oficial de algumas escolas de samba de São Paulo e do Rio de Janeiro, e também participou de reality shows de música no Brasil. Já fez turnês pelo Japão e em Portugal.

 

Gabby Moura começou sua trajetória em 1999, no grupo feminino Samba de Batom. Depois cantou por nove anos com o Grupo Molejo e passou uma temporada morando e cantando na China. Em 2013, foi vice-campeã do programa The Voice Brasil e recentemente dividiu o palco com a cantora Alcione, no show Eu Sou a Marrom.

 

Iléa Ferraz foi a primeira atriz negra indicada ao Prêmio Shell de Melhor Atriz de Teatro, em 2003, por sua atuação em Nunca Pensei Que ia Ver Esse Dia. Tem se dedicado também à dramaturgia e à direção, tanto no teatro como no audiovisual.

 

Jô Santana é ator e produtor com mais de 30 anos de carreira e é idealizador da Trilogia do Samba, que já realizou musicais em homenagem a Cartola, Dona Ivone Lara e Alcione – este, Marrom, o Musical, estreado em 2022, marcando os 50 anos de carreira da cantora. Idealizou as Oficinas de Teatro Musical Negro, já realizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

 

Lilian Valeska começou a cantar ainda criança, na igreja. Participou de musicais como A Ópera do Malandro, Otelo da Mangueira, Gota D` Água, Tim Maia – Vale Tudo, o musical, Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos, ganhando o prêmio Reverência de melhor atriz coadjuvante. Protagonizou o seriado O Sexo e as Negas, Amargo Fruto – A vida de Billie Holiday, SAMBRA, o musical Chicago, em 2022, e atualmente integra o elenco de Marrom, O Musical.

 

REPERTÓRIO

 

Mas quem Disse que eu te Esqueço

Dona Ivone Lara (Herminio Carvalho/Dona Ivone Lara)

Cadeeiro da Vovó

Dona Ivone Lara (Delcio Carvalho / Dona Ivone Lara)

Samba, Minha Raiz

Dona Ivone Lara (Dona Ivone Lara / Delcio De Carvalho)

Não Deixe o Samba Morrer

Alcione (Edson Conceição e Aloísio Silva)

Faz uma Loucura por Mim

Alcione (Francisco Figueiredo Roque / Sergio Caetano)

Sem Companhia

Clara Nunes (Paulo Cesar Pinheiro / Ivor Lancellotti)

Minha Verdade

Dona Ivone Lara (Delcio Carvalho / Dona Ivone Lara)

Canto das Três Raças

Clara Nunes (Mauro Duarte/ Paulo César Pinheiro)

Sorriso Negro

Dona Ivone Lara (Adilson Barbado e Jorge Portela)

O Mar Serenou

Clara Nunes (Antônio Candeia Filho)

Sonho Meu

Dona Ivone Lara (Dona Ivone Lara / Délcio Carvalho)

As Forças da Natureza

Clara Nunes (João Nogueira/Paulo César Pinheiro)

 

 

SERVIÇO:

Show Samba das Moças

Com Bruna de Paula, Gabby Moura, Grazzi Brasil e Lilian Valesca

Apresentação: Adriana Lessa

Dias 11 e 12 de novembro (sexta-feira e sábado), às 20h, e dia 13 (domingo), às 19h

Capacidade: 224 lugares

Duração: 90 minutos

Classificação Indicativa: 12 anos | melhor fruição

 

Reserva de ingresso a partir do dia 2 de novembro (quarta-feira), às 12h.

Pela plataforma INTI (acesso pelo site www.itaucultural.org.br)

 

Fila de espera em programações com ingressos esgotados:

Os ingressos reservados valem até 10 minutos antes do início da sessão. Após esse horário, os ingressos que não tiverem o check-in feito na entrada do auditório, perdem a validade e ser­­ão disponibilizados para a fila de espera organizada presencialmente.

*Essa atividade conta com interpretação em LIBRAS

 

 

 

Ficha técnica

Direção Geral e Encenação: Iléa Ferraz e Jô Santana

Apresentação: Adriana Lessa

Cantoras: Bruna de Paula, Gabby Moura, Grazzi Brasil e Lilian Valesca

Músicos: Marcio Guimarães (cavaquinho), Bruno Vieira (violão 7 cordas), Jéssica Souza e Simone Gonçalves (percussão)

Produção: Fato Produções Artísticas

Direção de Produção: Renato Araújo e Marcia A’lves

Realização: Itaú Cultural

 

 

 

PROTOCOLOS:

– Para a programação presencial, é necessário apresentar o QR Code do ingresso na entrada da atividade até 10 minutos antes do seu início. Após este horário, o ingresso não será mais válido.

– A bilheteria presencial abre uma hora antes do evento começar.

– Devolução de ingresso:

Em caso de imprevistos ou impossibilidade de comparecimento à programação para a qual reservou o ingresso, solicite o cancelamento deste através do e-mail [email protected] até duas horas antes do início do evento. Essa solicitação é muito importante e garante que o ingresso seja utilizado por outras pessoas que queiram prestigiar o evento. Agradecemos e contamos com sua compreensão.

– Programação sujeita a cancelamento:

O Itaú Cultural informa que sua programação, virtual ou presencial, poderá ser cancelada em caso de contaminação por Covid-19 de qualquer artista envolvido. Nesse caso, os ingressos adquiridos perdem a validade. O público que reservou o ingresso será notificado por e-mail. Um eventual reagendamento da programação ficará a exclusivo critério do IC, de acordo com a disponibilidade de agenda, sem preferência para quem adquiriu os ingressos anteriormente.

 

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, próximo à estação Brigadeiro do metrô

Fones: 11. 2168-1777

Acesso para pessoas com deficiência física

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

www.itaucultural.org.br

www.twitter.com/itaucultural

www.facebook.com/itaucultural

www.youtube.com/itaucultural