Videocamp recebe a programação da 5ª Edição da Mostra de Cinema Negro de Sergipe (EGBÉ)

De 5 a 21 de junho, plataforma libera acesso aos 15 filmes que fazem parte da programação retrospectiva da mostra
Para promover reflexões sobre a ancestralidade, vivências e múltiplas vozes pretas, o Videocamp disponibiliza, de 05 a 21 de junho, a 5ª Edição da Mostra de Cinema Negro de Sergipe ( EGBÉ ) , que traz uma programação online de filmes e debates. Os títulos terão data, hora de estreia e encerramento. Para assistir, basta se cadastrar na plataforma e assim, no momento da sessão, será necessário apenas fazer o login. A programação completa da Mostra será divulgada em suas redes sociais (Instagram, Youtube e Facebook ). Além disso, como abertura do evento, acontece hoje (05), às 19h, no canal do Youtube da Mostra, uma roda de conversa com os idealizadores, João Brazil e Luciana Oliveira, mediada por Thaty Meneses.
O evento está disponível na página “Mostras ” dentro da plataforma Videocamp, ambiente digital que permite exibir online, durante este momento de distanciamento social, eventos realizados por parceiros e que, até então, aconteciam majoritariamente de forma presencial. Uma ação que dá continuidade ao compromisso da plataforma com o bem-estar da população diante do enfrentamento do avanço da Covid-19, bem como, com a democratização de acesso à cultura e informação.
Ao todo serão exibidos, via plataforma Videocamp, 15 filmes selecionados das últimas 4 edições. A Mostra EGBÉ se dedica ao fortalecimento do cinema negro, através do compartilhamento de histórias e narrativas que endossam a resistência e o entendimento da realidade preta. Desde a sua primeira edição, busca abrir janelas para o cinema negro no estado de Sergipe, reforçando a autoestima preta das populações e se tornou um espaço de encontros de cineastas negros e espectadores de várias partes do país.
“Este ano, devido à pandemia e o isolamento social, não conseguimos desenvolver a mostra oficial da quinta edição da EGBÉ. Pensando nisso, a produção promoveu um evento de homenagem, em parceria com a Videocamp, para fazer uma retrospectiva dos últimos quatro anos da EGBÉ, com 15 filmes selecionados. Essa ação é fundamental para levar os filmes sergipanos do cinema negro e de todo o país, para o público de forma geral”, afirma João Brazil, idealizador da EGBÉ.
Sobre o Videocamp
O Videocamp é uma plataforma online que reúne filmes com potencial de impacto que podem ser exibidos por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo e de forma gratuita. A missão do Videocamp é criar caminhos para democratizar o acesso à cultura e à informação, que são direitos universais. Para os realizadores, a plataforma potencializa a formação de público e atua como ferramenta de promoção dentro da estratégia de lançamento do filme.

Sobre a Mostra de Cinema Negro de Sergipe – Egbé
Historicamente, há um apagamento do povo negro no que tange a questões fundantes como cultura, arte, religiosidade etc. A Egbé surgiu há cinco anos, justamente a partir da necessidade de um grupo de cineastas negros de tornar acessíveis as produções audiovisuais de diretores negros pelo país afora. Com o desejo, desde o princípio, de democratizar o acesso a vasta e potente produção cinematográfica negra brasileira. Desde a sua primeira edição, a Mostra busca abrir janelas para o cinema negro, levando essas narrativas também para o interior do estado de Sergipe.