Aline Paes

Aline Paes

Eu cresci em um pequeno bairro racista onde fui insultada e humilhada todos os dias. Eles não tinham respeito por mim. Segundo eles, se você não tem pele branca e não é rico, você não tem o direito de ser respeitado. Eles me chamavam de feia e coisas muitos mais ofensivas e muito piores. Todos os dias, eles destruíam meu amor próprio e minha auto-estima. Eles ficavam me dizendo repetidamente que eu não seria bem sucedido em nada na minha vida. Eu não servia para os lugares que queria ocupar, nunca tinha o perfil adequado. Então eu deixei aquela merda de lugar medíocre e mergulhei de cabeça para baixo no mundo. Eu vivi sozinho e independentemente em cidades diferentes, e então em países diferentes. Eu aprendi novas culturas, novas línguas, fiz amigos em todo o mundo, vivi experiências incríveis que vou levar comigo para o resto da minha vida. Então eu construo minha auto-estima e meu próprio amor e comecei a me amar e aceitar exatamente como sou. E hoje me amo exatamente como sou. Meu blog é I am writter.