Atenção mercado imobiliário de Brasília: façam suas ofertas! Ellen Oléria quer alugar um imóvel!

Por Cidinha da Silva para as Blogueiras Negras

Senhor proprietário do apartamento negado a Ellen Oléria e Poliana Martins,

Além de racista e lesbofóbico ou lesbofóbico e racista, o senhor é burro, imbecil mesmo. Brasília inteira sabe quem é Ellen Oléria e estou certa de que o senhor também saiba. E é justamente por sabê-lo que o senhor tem a necessidade mesquinha de obstar a liberdade de ir, vir e residir da cantora. Porque ela é preta e lésbica e, mesmo tendo dinheiro para pagar o aluguel, é dinheiro de lésbica preta não serve para o seu imóvel. Vocês não dão trégua. Assim opera o racismo. Assim opera a homofobia quando dirigida a negros e negras.

De volta à sua imbecilidade, também intrínseca ao capitalismo brasileiro, se Ellen Oléria lhe concedesse a honra de alugar seu apartamento, sua 208 Norte viraria atração no DF. Entretanto, sua mentalidade tosca não consegue imaginar o regozijo dos vizinhos-ouvintes dos ensaios dentro de casa, do canto distraído da diva na cozinha, no chuveiro, na janela louvando o céu de Brasília, e o impediu de usar essa presença majestosa como chamariz para outros inquilinos. É vero! Os chacais da especulação imobiliária nunca têm um imóvel apenas.

O senhor perdeu a chance também de amolecer seu coração estúpido. Vou lhe contar uma coisa, Ellen mobiliza muito amor em torno dela, sabe? Creio que, a despeito de sua cabeça ignóbil, se houver uma centelha de humanidade no seu coração, Ellen fisga e faz florescer. Não acredito que o senhor venha a se tornar uma pessoa boa (não tenho a generosidade de Ellen), mas envergonhado, o senhor ficaria. Se o canto dela o tocasse, seu coração ficaria constrangido, não tenho dúvidas.

Acho que é por isso que o senhor não quis alugar, não foi? Por medo de deparar-se com o lado mais medroso do covarde racista e homofóbico que mostra as garras às pessoas todos os dias, enquanto seleciona quem pode ou não alugar seu imóvel. Gente como o senhor merece desprezo (e cadeia).

Ellen Oleria e Poliana Martins
Ellen Oléria e Poliana Martins. Imagem: Reprodução
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like
Leia mais

Não fui selecionada. Por que será?

Ainda curiosa, saí do shopping Morumbi e fui até o Market Place. Pra quem conhece, sabe que ficam praticamente de frente um para o outro. Passei pela AREZZO, entrei e fiquei observando por alguns minutos. Sai e resolvi voltar pra casa. Como moro pertíssimo do shopping Jardim Sul, resolvi entrar passar na loja da mesma que aqui cito. Chegando em casa, ainda muito pensativa, conclui: não havia sequer uma funcionária NEGRA nas lojas onde fui.