ÓDIO

Eu devia era abrir
seu peito com um facão
arrancar seu coração
e jogar no lixo para os ratos comerem

Eu devia era rasgar todas
as suas roupas
tocar fogo
te obrigar a andar nu
pelas ruas que te criaram

Eu devia era jogar água fervente nos seus pés para nunca mais você dar um passo adiante

Eu devia era salgar seu corpo inteirinho
até abrir mil feridas
que jamais vão cicatrizar

eu devia era parar de sonhar
com você todas as noites
para te deixar
ir embora de vez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You May Also Like